Saiu no ATARDE!!! Sem cirurgiões e com salários atrasados, hospital de Mutuípe pode fechar

O Hospital Maternidade Clélia Rebouças, localizado no município de Mutuípe, no sudoeste baiano, corre o risco de fechar as portas após 82 anos de funcionamento. A unidade hospitalar é a única na cidade a realizar atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A população local, com cerca de 25 mil habitantes, depende do serviço de regulação para receber atendimento nas cidades vizinhas, como Ubaíra e Santo Antônio de Jesus, ou mesmo em Salvador. Há seis meses, o centro cirúrgico da unidade está fechado por falta de cirurgião e anestesista e os 58 funcionários estão há dois meses sem receber salário. O único procedimento que tem sido realizado no hospital é o parto normal. Na unidade, apenas um médico clínico atende a cerca de 70 pessoas por dia, desdobrando-se entre consultas e atendimentos de urgência e emergência. Informações do jornal A Tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 8 = quinze

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>