Filhote de jaguatirica foi encontrado pela PM

Foi realizada uma operação pela 4ª CIPM de Mutuípe ao comando do Ten. Maurício, onde foi apreendida na região do Tabocal, zona rural dos municípios de Valença/Mutuípe, um filhote de felino (Jaguatirica), a mesma estava em um cativeiro e foi encontrada na fazenda de propriedade do Sr. José Baitinga.

A princípio populares pensaram que fosse uma onça, mas depois identificou através de agente do IMA – Instituto do Meio Ambiente que na verdade trata-se de um filhote de Jaguatirica, espécie nativa da mata atlântica. Inf: bahia news

Portal Mutuípe.com ultrapassa mais de 160.000 acessos desde sua criação em 2003.

O Portal www.mutuipe.com é uma dos mais antigos portais do Vale do Jiquiriçá. Criado em 2003 já possui 8 anos disponibilizando informações da cidade de Mutuípe para o mundo através da internet. Passado por diversas atualizações e versões, em 2011 o novo portal apresenta mais interatividade com comentário dos artigos publicados pelos colunistas, divulgação via Twitter @PortalMutuipe etc.

Em breve mais novidades no portal www.mutuipe.com

Mutuípe recebe investimento privado

A cidade de Mutuípe está passando por bons tempos, o clima da região está ótimo (chovendo e fazendo sol), o preço do cacau reagiu e pra melhorar as coisas, novidades estão sendo implantadas na cidade. Como exemplo do condomínio fechado que está sendo feito para aqueles que buscam morar numa área reservada e tranqüila, também está sendo projetado um loteamento à beira do Rio Jiquiriçá, e não para por ai, já foi inaugurada no dia 27 de abril na cidade a primeira loja exclusiva Ortobom. Fala-se que em breve a cidade ganhará mais uma galeria comercial (rua da baixinha) e outro loteamento (saída para Laje), são noticias empolgantes, pois mostra a força do comércio local, traz as cidades vizinhas para comprar, investir e ainda diminui a dependência do cacau. Estudos revelam que realmente o comércio de Mutuípe é aquecido por clientes das cidades circunvizinhas, o que faz ser uma “Metrópole do Vale”. O setor privado está fazendo sua parte, injetando dinheiro para fortalecer a economia, mas a cidade sente a necessidade de uma indústria que possa gerar emprego em massa e fazer circular mais dinheiro. Mutuípe conta com duas fabricas que são referência (Biscoito Flor do Vale e Sequilhos Tentação), são fabricas locais e que já tem mais de uma década de atuação e são exportados para todo Brasil. As duas fabricas presentes na cidade fazem circular no comércio mais de 1 Milhão de reais com salários de colaboradores. Outra fonte de emprego e renda que a cidade pode explorar é o turismo, já que a região conta com muitas cachoeiras e opções de lazer. 

Mais Informações

www.sequilhostentacao.com | (71) 3203-6309

www.flordovale.com.br | (75) 3635-2233

colchoesmutuipense@hotmail.com  | (75) 3635-1996

Plano Plurianual Participativo (PPA-P) em Mutuípe

Neste sábado (30), a Ouvidoria Geral do Estado prestará atendimento aos participantes do Plano Plurianual Participativo (PPA-P), que será realizado no município de Mutuípe e reunirá representantes dos Território vale do Jequiriçá. O evento acontecerá no Barracão Cultural e na Escola Estadual Ruy Barbosa, a partir das 8h30.

Com a presença do Ouvidoria Geral, os cidadãos poderão registrar reclamações, denúncias, solicitações, elogios ou solicitar informações sobre os serviços públicos estaduais.

“Durante os grupos de trabalho, os cidadãos devem se concentrar apenas nas propostas para o estado. As críticas e demais considerações podem ser feitas diretamente na Ouvidoria”, explica o ouvidor-geral do Estado, Jones Carvalho.
PPA Participativo
O Plano Plurianual Participativo (PPA-P) é uma estratégia utilizada pelo governo para apresentar à sociedade suas diretrizes estratégicas e ouvir o que a sociedade tem a dizer, quais são as suas necessidades, seus problemas e suas sugestões. O PPA-P subsidiará a elaboração do Plano Plurianual e é coordenado pelas secretarias estaduais do Planejamento (Seplan), Relações Institucionais (Serin) e Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir).

Participe
A consulta se estende até 27 de maio e vai percorrer os 26 Territórios de Identidade da Bahia. A população também pode participar da elaboração do Plano Plurianual pela internet (http://www.ppaparticipativo.ba.gov.br/), telefone da Ouvidoria Geral 0800-284-0011, SACs e Centros Digitais de Cidadania

A espera da Semana Santa

Corpus Christi (expressão latina que significa Corpo de Cristo) é uma festa que celebra a presença real e substancial de Cristo na Eucaristia.É realizada na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade que, por sua vez, acontece no domingo seguinte ao de Pentecostes. É uma festa de ‘preceito’, isto é, para os católicos é de comparecimento obrigatório participar da Missa neste dia, na forma estabelecida pela Conferência Episcopal do país respectivo.

 

Por traz de muita religiosidade o comércio é bastante favorecido nesse período de feriado e religião. Em Mutuípe, empresários já aumentaram o estoque de pescados, bebidas e outros, segundo alguns é uma das melhores épocas na cidade para faturar. Esse ano o feriado de Semana Santa está ainda melhor para quem quer viajar devido o feriado de Tiradentes (21/04), com isso é esperado que aumente o movimento no comércio de Mutuípe, cidade que conta com muitas pessoas que moram fora e aproveitam essa época para visita os familiares e parentes, como é o caso de muitos estudantes que moram em Salvador. Outro fator que gera o fluxo de pessoas no feriado de Corpus Christi é a atração natural (Cachoeiras) da região.

Serão quatro dias que turistas e filhos da cidade terão para conhecer ou rever as belezas espalhadas pelos interiores do município, sem deixar de comentar da Casa da Cultura (antiga casa da ex-prefeita Dona Cléria Rebouças) que vem atuando significativamente com Oficinas de Capoeira para mulheres, aulas de Balé, outras atividades Culturais e muita informação sobre a história da cidade. Pra quem vai passear, muito passeio e para quem vai curtir responsabilidade.

Abraços,

Luty Ramos |email: lutyramos@gmail.com — msn: lutyramos@live.com

Casa de Cultura de Mutuípe | 75 3635 1457 | casadeculturademutuipe.blogspot.com | casadeculturamutuipe@gmail.com

Posto e Hotel Ravilu | 75 3635 2170 / 1314 |       www.hotelravilu.com.br

<!–[if gte mso 9]> <![endif]–><!–[if gte mso 9]> Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE <![endif]–><!–[if gte mso 9]> <![endif]–> <!–[endif]–>

Corpus Christi (expressão latina que significa Corpo de Cristo) é uma festa que celebra a presença real e substancial de Cristo na Eucaristia.É realizada na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade que, por sua vez, acontece no domingo seguinte ao de Pentecostes. É uma festa de ‘preceito’, isto é, para os católicos é de comparecimento obrigatório participar da Missa neste dia, na forma estabelecida pela Conferência Episcopal do país respectivo.

Por traz de muita regiolizidade o comercio é bastante favorecido nesse periodo de feriado e religiao. Em Mutuipe, empresarios ja aumentaram o estoque de pescados, bebidas e outros, segundo alguns é uma das melhores epoca na cidade para faturar. Esse ano o feriado de Semana Santa está ainda melhor para quem quer viajar devido o feriado de Tiradentes (21/04), com isso é esperado que aumente o movimento no comercio de Mutuipe, cidade que conta com muitas pessoas que moram fora e aproveitam essa epóca para visita os familiares e parentes, como é o caso de muitos estudantes que moram em Salvador. Outro fator que impulsa o fluxo de pessoas no feriado de Corpus Christi é a atracao natural (Cachoeiras) da regiao.

Seram 4 dias que turistas e filhos da cidade teram para conhecer ou rever as belezas espalhadas pelos interiores do municipio, sem deixar de comentar da Casa da Cultura (antiga casa da ex-prefeita Dona Cleria Rebouças) que vem atuando significamente com Oficinas de Capoeira para mulheres, aulas de Ballet, outras atividades Culturais e muita informação sobre a história da cidade. Pra quem vai passeiar, muito passeio e para quem vai curtir, responsabilide.

Inf:

Casa de Cultura de Mutuípe | 75 3635 1457 | casadeculturademutuipe.blogspot.com | casadeculturamutuipe@gmail.com

DISTRITO DE PAZ DE MUTUM

Mutuípe, nasceu no Riacho da Cruz

Com a chegada da Estrada de Ferro

Mudou-se para o Mutum

O trem trouxe o progresso

O progresso levou os índios e a biodiversidade

Ficou o Cariri nome de uma comunidade.

Atenção com essa história

E com os índios que se “foi”

Tão dócil que trocaram suas terras

Uma espingarda velha, nove mil réis e vísceras de um boi.

Todo mundo conta assim;

O livro, a Enciclopédia e até mesmo o professor

Já virou música na boca de historiador

Na história da cidade esse é o mito fundador.

Os índios que aqui viviam não existem mais

Os pássaros que existiam vivem em extinção

Não vejo o trem nem a estrada

Só lixo, esgotos – Rio Jiquiriçá cheio de poluição.

O progresso traz sucesso

E também preocupação

Mutuípe é uma cidade

Que mora no meu coração.

To escrevendo essa história

Com saudade na memória

Banho no Rio Jequiriçá, onde aprendi nadar

Das águas limpas à poluição.

Se você quer saber?

Esse rio já foi tão cheio

Que em 1914, quase leva as lavadeiras

Levou os comerciantes: fumo, rapadura, farinha e sabão.

Muita gente correu para as ladeiras

Quem sabia nadar, tentou salvar um pacote de feijão.

Imagine o prejuízo que sofreu a população

Faltou fumo para o cigarro, farinha para o pirão

Faltou açúcar e café, carne-seca no feijão

Quando a enchente passou só se via mulher, lavando roupa sem sabão.

O povo de Mutum era tão organizado

Que logo se recuperou

Era o trem de Nazaré

Que ia até Jequié

Sabe o que ele fazia?

Transportava alegria – sanfoneiro, criança, homem e mulher

Movimentava o comercio de Nazaré a Jequié

Carne-seca, feijão, açúcar, farinha, couro-de-boi e café.

Nessa história tem tropeiros

E até mesmo “coroné”

Tem política, economia

Religião e muita fé.

A história de Mutum está entrelaçada

Riacho da Cruz, enchentes, o trem e a estrada

Tem muita coisa que não deu para falar

Mutum naquela época pertencia a Jequiriçá.

(Oscar Santana)

HOMENAGEM AO ESTUDANTE (C.J.R)

Estudante, a caminho do aprender

O que seria da escola

Se não fosse você ?

Salas e cadeiras vazias

Nos deixam desanimados

A nossa maior alegria

É te ver interessado.

Interessado pelo conhecimento

Interessado pelo saber

Interessado pela liberdade

Com vontade de aprender.

Na UNEB sou estudante

No Julival sou professor

Mesmo com tantas dificuldades

Ainda aprendo e ensino com amor.

Perceba minha alegria

De estar falando nesse dia

Amor, amizade, emoção…

Eu também sou um estudante

Amante da educação.

Estudante estudioso

Consciente do seu dever

Superando dificuldades

O mundo aprendendo a ler.

Em casa ou na escola

Na rua ou no trabalho

Aprendizagem no dia a dia.

Fique sabendo estudante

Que não só hoje,

Mas todo dia é o seu dia.

(Oscar Santana dos Santos, 11/ 08/ 2004)

VALE DO JEQUIRIÇÁ

Terra linda de vida verde e azul anil

Água pura de índia virgem

Cariri, tupinambá aqui viveu

Meu índio mandou avisar

Que o nosso Rio Jequiriçá

Ainda não morreu.

Meu Vale vale tudo

Que contém minha paixão meu Mutuípe

Cidade filha de Jequiriçá

Laje de Maragogipe

Ubaíra da minha Valença

Itaquara e Jaguaquara terra do meu tupinambá.

Fui a Jequié pra fazer vestibular

Sentir dor com os buracos da estrada

De Santa Inês a Itaquara tive que campear

Camurujipe que não se cansa de quebrar

Meu Deus do céu!

Será que ninguém se lembrou do meu Vale do Jequiriçá?

Pensei que era BA, mas é BR

Não vejo meu prefeito nem meu vereador

Não sei quem é meu deputado

Não conheço meu governador

Vou cavar mais um buraco

Pra aliviar a minha dor.

Meu vale lindo

Salve meu Rio Jequiriçá

Foi ele que me ensinou a nadar

Se engolir água sem querer

Tenho medo de querer beber um dia

E amanhã não encontrar.

Meu vale lindo

Terra do meu tupinambá

Terra da biodiversidade

Da poesia e da musicalidade

Do cacau e do café

Do meu conjunto de cidade que me leva a Jequié.

Meu Vale vale vida

Tem história e memória

Construída nos trilhos do Trem

Naquele vai e vem

De Nazaré a Jequié

Pra conhecer essa história eu vou andando a pé.

Meu Vale lindo

Eu queria te salvar

Mas a verba do teu projeto

As águas da corrupção levou

Vou denunciar, meu Vale lindo!

O que tenho pra te dar é uma palavra de amor.

(OSCAR SANTANA)